Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Vale do Jequitinhonha é desrespeitado por coordenador de campanha do PSDB ao governo mineiro

CANDIDATO DO PT AO GOVERNO MINEIRO, FERNANDO PIMENTEL, JÁ VEIO AO VALE VISITANDO AS CIDADES DE ARAÇUAÍ E CAPELINHA E DISSE QUE PRETENDE VISITAR OUTRAS

Deputados que integram o bloco oposicionista Minas Sem Censura na Assembleia Legislativa de Minas Gerais criticaram as declarações do coordenador da campanha do tucano Pimenta da Veiga ao governo, Danilo de Castro, em referência ao Vale do Jequitinhonha.
Segundo Danilo, a campanha de Pimenta irá priorizar determinadas regiões do estado com a presença do candidato a presidente do PSDB, Aécio Neves, em detrimento de outras, consideradas menos importantes pelos tucanos.
Ele citou, como exemplo, a agenda de sexta-feira no Triângulo Mineiro. “Uberlândia tem mais votos do que todo o Vale do Jequitinhonha”, disse Danilo de Castro, conforme reportagem publicada hoje no jornal Estado de Minas.

Coordenador de campanha do candidato Pimenta da Veiga trata os moradores do Vale do Jequitinhonha como se fossem apenas números – Foto: Reprodução/Facebook

“A declaração é absolutamente infeliz. Os moradores do Vale do Jequitinhonha foram tratados como se fossem números. Acredito que todo candidato a governador e à Presidência deve olhar e tratar com carinho todas as regiões do estado, sem distinguir nenhuma em função do colégio eleitoral”, disse o deputado estadual André Quintão (PT).
Segundo o parlamentar, o Vale do Jequitinhonha é uma região de muitas potencialidades e merece um conjunto de políticas públicas mais efetivas por parte do governo estadual.
“O descaso dos sucessivos governos estaduais do PSDB fez com que o Vale do Jequitinhonha apresente, ainda hoje, indicadores sociais preocupantes. Portanto, deve ser encarado como prioridade de qualquer governo, de qualquer candidato”, sustentou.
Também integrante do bloco, o deputado estadual Rogério Correa (PT) lamentou as declarações do tucano. “Eles não gostam de regiões menos favorecidas, das pessoas mais carentes”, disse o deputado.
- See more at: http://aconteceunovale.com.br/portal/?p=37871#sthash.XJQvTOKE.dpuf

Começam as obras de pavimentação de ruas no bairro Planalto

Conforme divulgado pelo perfil da Prefeitura de Pedra Azul, as obras de pavimentação de ruas já começaram no bairro Planalto. O meio fio já foi colocado, faltando agora a pavimentação com bloquetes. Segue texto na íntegra:

"O meio fio já está pronto, e em poucos dias a rua estará calçada em bloquetes.Têm sido assim no Bairro Planalto e até o final do ano ruas dos bairros: Inconfidentes, Novo Belvedere, Alto Paineiras, Recanto do Vale, Belvedere, Plataforma 2 e Nova Cidade também vão estar."


quinta-feira, 14 de agosto de 2014

CEDEDICA-VALE CONVIDA PARA O DIA DA ESPERANÇA

O evento contará com prestações gratuitas de serviços à comunidade



O CEDEDICA-VALE (Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) convida a todos para o Dia da Esperança. O evento será um dia de mobilização com prestações de serviços gratuitos à comunidade: 

  • Emissão de Carteira de Identidade, 
  • Emissão de Carteira de Trabalho, 
  • corte de cabelo e escova, 
  • Aulas de Zumba, 
  • Ações de Saúde, 
  • brinquedos e brincadeira e muito mais.

Será no dia 16 de Agosto (Sabado) à partir das 08:00 em frente à sede da instituição (Ao lado do quartel).
"Responsabilidade Social, Nós Acreditamos!"

(Texto e imagem: Divulgação da Página do CEDEDICA-VALE no FACEBOOK)

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

População de Medina fecha BR 116 para reclamar da violência

Moradores da cidade de Medina, no médio Jequitinhonha fecharam hoje (08/08) a BR 116 para reclamar dos altos índices de violência que o município vem apresentando. O estopim da revolta foi o brutal assassinato de um senhor de 94 anos dentro da residência dele por volta da meia noite do dia ..... Tudo indica que o assassino tenha entrado na residência para roubá-lo. Segundo testemunhas, o idoso foi agredido com um pedaço de pau principalmente na região da cabeça, tendo espirrado sangue na parede do quarto onde a vítima se encontrava.



Também aumentaram o número de roubos à mão armada a motocicletas na zona rural através de emboscadas. Furtos de motocicletas são comuns no município; estes geralmente acontecem quando os criminosos encontram o veículo estacionado em algum local com as chaves na ignição ou fazem ligação direta. Em algumas modalidades, os autores saem empurrando as motos das vítimas sem que estas vejam.

O número de roubos à mão armada em lojas, a pessoas que estão caminhando pelas ruas ou a entregadores de lanches também cresceu. Em sua maioria, os crimes são cometidos por menores, o que dificulta porque mesmo que a polícia os prenda, esses menores são liberados, pois só são presos em flagrante de crimes como homicídio.

Um policial que não quis se identificar disse que este é um problema do país inteiro. "A maioria dos crimes é cometida por menores que só podem ser presos em flagrante de grave crime contra a vida. Quando são presos por crimes como roubo ou porte ilegal de arma de fogo, os delegados são obrigados a soltá-los. A prisão deles depende de um mandado judicial e em qualquer caso, o sistema prisional tem de encontrar um local apropriado para internação de menores no prazo máximo de 5 dias ou o magistrado é obrigado a soltá-los. A prisão preventiva de menores, que é aquela que acontece antes do menor ser julgado, só pode durar 45 dias e a justiça demora em média 6 meses a um ano para julgar um caso destes. Após serem condenados, os menores ficam presos por no máximo 3 anos independente da crueldade com que o crime foi executado. Crimes que geram uma reclamação muito grande da sociedade como os furtos não resultam em prisão em flagrante. Então o que acontece é que o criminoso comete quantos furtos ele quiser e o máximo que vai lhe ocorrer é ser levado pela polícia militar até a delegacia e em seguida liberado para voltar a furtar. Outro problema são os viciados em drogas que encontram pouca oportunidade de recuperação pelo estado. Como geralmente são pobres, não tem como pagar uma clínica particular e quando procuram o poder público, o que é difícil, ainda enfrentam filas. Independente disso, a maioria não quer se tratar, o que demandaria uma internação compulsória do doente. Esses causam a maioria dos furtos. Hoje, quase não existem pessoas furtando para comer. Esses usuários chegam a furtar bicicletas e motos e trocar por uma ou duas pedras de crack avaliadas em R$ 10,00 cada uma."

Uma estudante de Direito que também não quis se identificar alegou "o Estado diz que a solução não é prender, contudo ele não apresenta a outra solução e deixa a população sendo fustigada por criminosos. Já não temos segurança de deixar nossa casa sozinha porque somos roubados. Quando saímos nas ruas, somos assaltados e até quando estas pessoas chegam a ser presas pela polícia, elas voltam pra rua como se nada tivesse acontecido. Os benefícios de progressão de pena também são outro problema. Os presos já saem de lá cometendo outros crimes. Deveria haver uma forma mais justa de verificar quem realmente melhorou o seu comportamento."

Comerciantes afirmam que não se sentem mais seguros. Eles dizem que qualquer pessoa que aparente estar agindo de forma estranha próximo a seus estabelecimentos já é motivo de pânico.

Um servidor da área de segurança pública afirmou que a justiça chegou a um ponto de sobrepor os direitos dos criminosos ao das vítimas. Segundo ele, "uma vítima que é roubada sendo agredida e passando o medo de ter uma arma apontada pela sua cabeça geralmente não conseguem recuperar nem o bem que lhe foi roubado. Enquanto isso, qualquer denúncia de violação ao direito do preso já é motivo para inutilização de provas e relaxamento de prisão. Se tornou tão banal que as pessoas começaram a mentir dizendo que foram agredidas no momento da prisão só para desqualificar o serviço policial. E o mais triste disso é que advogados se prestam a essas falsas denúncias. Certa feita, uma mulher foi a promotoria para denunciar que os policiais tinham agredido os moradores da casa durante um cumprimento dum mandado de busca e apreensão. Imagine qual foi a surpresa da mulher denunciante quando foi informada de que o promotor estava presente na ação e que não havia presenciado nenhuma agressão."




quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Prefeitura faz prestação de contas e quantidade de obras surpreende

O prefeito Daniel promoveu hoje (07/08) uma prestação de contas aos moradores bairro Plataforma I na creche do bairro. Durante o evento, o prefeito apresentou seu trabalho apesar das dificuldades de quitar a dívida de aproximadamente R$ 6 milhões deixadas pela administração passada, além de recuperar obras e programas que haviam sido travados na gestão anterior. A lista de obras apresentadas pelo prefeito não foi taxativa, mostrando obras de todo o município, mas em alguns casos, evidenciando as realizadas ou que se realizarão na região. O prefeito acredita que seja possível pavimentar todas as ruas da cidade até o fim do mandado se não for possível com os recursos anunciados.

Por Nadja Rodrigues

Também foi citado que a prefeitura solicitou iluminação para ruas que ainda não possuem postes. Após a explanação, foi dada a comunidade a oportunidade de fazer perguntas, sendo que muitas pessoas arguiram sobre a coleta de lixo e proprietários de terrenos que não fazem a limpeza dos mesmos. A prefeitura anunciou melhorias na coleta e que irá fiscalizar os terrenos que não são limpos podendo impor multas caso os donos não façam a limpeza. Prestação de contas avalia período de um ano e oito meses da atual administração.

Confira algumas obras que foram citadas pela administração. 




- Uma Unidade Básica de Saúde na Chapadinha, uma no Araçagi e outra no Gissaras. 
- Antena de celular no Araçagi e Gissaras.
- 3,9 milhões para pavimentação de ruas e 3 praças, sendo uma na rua da policlínica, uma no Pantanal e outra no Planalto.
- Reforma da Praça Pacífico Farias (Varandal).
- Unidade Básica de Saúde em frente ao Parque de Exposições. Esta UBS é de dois pavimentos contando com elevador para facilitar o acesso.
- Instalação da Universidade Aberta e Integrada do Estado de Minas Gerais -  UAITEC que conta com cursos de idiomas, técnicos, MBA e contará com 6 cursos de tecnólogos.
- Instalação da UNIMONTES que contará com cursos presenciais, funcionará no prédio do atual Clemente Faria e também contará com elevador. Além disso, a prefeitura recebeu recursos para adaptação do prédio.
- Construção de Centro de Atenção Psicossocial - CAPS no bairro Planalto.
- Reforma do Estádio Raul Ostiano.
- Asfaltamento da avenida da policlínica e outras da cidade utilizando a usina de asfalto adquirida pela Prefeitura.
- Construção de biblioteca do SESI.
- Construção de academia da saúde para exercícios de acordo com indicação médica como fisioterapia.
- 4 academias para serem instaladas em praças, universalizando o acesso.
- Instalação de creche do programa Pro Infância no valor de R$ 1,8 milhão no campinho da Serra.
- Lousas inteligentes para todas as escolas municipais (ao invés dos quadros negros que estamos acostumados, estas lousas funcionam como telas de tablets sensíveis ao toque).
- Reforma do Mercado Central no valor de R$ 500 mil.
- Retorno dos Leilões que juntando os dois primeiros, movimentou uma quantia de mais de R$ 6 milhões.



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Prefeito Daniel noticia licitação de torre de celular para Giçaras e Araçagi




O texto abaixo foi publicado no perfil pessoal do prefeito no facebook:

"Ontem foi licitada a instalação da Torre de Celular para os Distritos de Araçagi e Gissaras. Segundo o vencedor da licitação, em 10 de setembro já falaremos pelo celular no Araçagi e em data posterior na Gissaras.
Obs: TÔ PAGANDO COM VERBA PRÓPRIA!"

A população local ainda não tem sinal de celular.

Pedra Azul tem 10 obras do PAC 2 - investimentos giram em torno de 15 milhões

O Programa de Aceleração do Crescimento iniciado com o ex-presidente Lula e continuado pela presidente Dilma trouxe dez obras que vão melhorar a qualidade de vida da sede e dos distritos de Pedra Azul. Dentre os projetos constam três Unidades Básicas de Saúde – UBS I, duas creches, sendo uma tipo B e outra tipo B MI, cobertura de uma quadra e a construção de outras três.

Uma das creches está sendo construída no Araçagi e faz parte do Programa de Atenção a Criança. Outra creche no valor de 1,8 milhão será construída na região da Serra beneficiando todos os bairros daquela região da cidade. A creche tipo B tem Projeto Padrão, para atendimento de até 240 crianças. Já a creche tipo B MI é construída pela chamada metodologia inovadora como mostrado abaixo.

Já as UBS, uma delas está sendo terminada na região da Chapadinha, bairro Getúlio Vargas. As outras duas estão sendo construídas em Giçaras e Araçagi sendo que esta última deverá ficar pronta primeiro. A cidade já conta com UBS na Serra, Ladeira e Centro. Quanto as quadras, uma está prevista para a Escola Luiza Veloso, uma pro Araçagi e uma na região do Raquel Oliveira. O valor total das obras cadastradas na pasta Comunidade Cidadã deve beirar os 5 milhões de reais. Além disso, está em implantação o Sistema de Esgoto Sanitário com instalação de coleta de esgoto pela cidade e construção de Estação de Tratamento de Esgoto com valor de 9,4 milhões com recursos do Ministério das Cidades do Governo Federal.

Fonte: PAC 2 e Prefeitura Municipal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...